Nota sobre o Restaurante Universitário e a empresa “Prato Certo”

No dia 19/08/2019, foi aberto, em caráter de urgência, o edital para contratação de uma empresa para prestação de serviços ao Restaurante Universitário da UFGD. Para quem não sabe, a empresa atual, “Prato Certo”, não vêm cumprindo com diversos pontos de seu contrato com a Universidade, além de gerar grandes insatisfações na comunidade acadêmica.
Semestre passado entramos em contato com a Pró-reitoria de Assistência Estudantil, com funcionários e ex-funcionários da empresa e com estudantes, e destacaremos alguns pontos:

DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS FUNCIONÁRIOS

O DCE ouviu ex-funcionários da empresa relatarem diversas irregularidades no respeito aos direitos trabalhistas de funcionários do RU. Atrasos no pagamento, pagamento parcelado e demissões e contratações repentinas para o não pagamento total do salário foram irregularidades relatadas.
Segundo nossa última pesquisa, a empresa conta com mais de 60 processos por não efetuar nem pagamento do Fundo de Garantia dos funcionários desde 2018, o que agrava ainda mais a condição dos demitidos, que se encontram em situação de vulnerabilidade por não receberem os direitos trabalhistas após demissão sem justa causa.
Além disso, ex-funcionários relataram coerção e ameaças por parte da administração da empresa para que essas informações não sejam conhecidas pela Comunidade Acadêmica.

DO SERVIÇO À COMUNIDADE ACADÊMICA

Todos que frequentam o Restaurante Universitário da UFGD sabem que, para conseguir uma refeição, é necessário enfrentar uma FILA CADA VEZ MAIOR. Isso é consequência do número insuficiente de funcionários: menos de DEZ para atender grande parcela dos OITO MIL estudantes matriculados na UFGD, além de técnicos, professores e outras pessoas que circulam pela universidade.
Ademais, foi relatado que a matriz da empresa, com sede no Paraná, ficou períodos sem fornecer alimentos e material de limpeza para manutenção e funcionamento do RU. A infraestrutura da cozinha também se encontra debilitada: a câmara fria e as panelas de pressão para cozimento rápido não estão funcionando. Podemos ver também que a descontinuidade de cardápio e de alimentos não recomendados (como os embutidos) se tornaram comum no dia a dia, fato que é proibido de acordo com regulamento entre a empresa e a UFGD.

Diante de tudo isso, a gestão atual do Diretório Central dos e das Estudantes convida a todos e todas a realizarem denúncias à ouvidoria da Universidade para que, então, a Reitoria tenha plena ciência da insatisfação da comunidade e tome medidas cabíveis.

As denúncias podem ser feitas pelo portal (se possível, anexem imagens): https://sistema.ouvidorias.gov.br/publico/Manifestacao/SelecionarTipoManifestacao.aspx E para dúvidas, entre em contato com a ouvidoria:
(67) 3410-2754 ou e-mail ouvidoria@ufgd.edu.br.

Link do novo edital: http://sipac.ufgd.edu.br/public/verArquivoDocumento?idArquivo=2096749&key=ad345c82fba53e7e6c6499ad60a67725&idDocumento=126590&downloadArquivo=true&publicPath=true

Diretoria do DCE UFGD
Gestão 2019 – Embarque na Luta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑