Esclarecimentos Sobre o Restaurante Universitário

Na semana passada, a diretoria do DCE foi contatada por um ex-funcionário da atual empresa terceirizada do Restaurante Universitário da UFGD. Em reunião, o ex-funcionário relatou diversas irregularidades no respeito aos direitos trabalhistas de ex-funcionários e funcionários atuais do RU. Dentre as irregularidades, podemos destacar o atraso no pagamento, pagamento parcelado e demissões e contratações repentinas para o não pagamento total do salário. O DCE entrou em contato com funcionários atuais, e todos confirmaram essas alegações.

Também foram acrescentados relatos de que, atualmente, o RU possui apenas 7 funcionários, dos quais 2 estão cumprindo aviso e se desligarão da empresa no inicio de maio. Tal fato agravará ainda mais a atual situação do RU. Foi relatado também que a matriz da empresa, com sede no Paraná, não está mais fornecendo alimentos e materiais de limpeza para manutenção e funcionamento do RU. Atualmente a empresa encontra-se com mais de 60 processos trabalhistas e, segundo as informações, não há pagamento do Fundo de Garantia desde o ano de 2018, o que agrava ainda mais a situação dos demitidos, que se encontram em situação de vulnerabilidade por não receberem os direitos trabalhistas resguardados por lei após a demissão sem justa causa.

Com todos os agravamentos, a atual gestão do RU encontra-se sem verba para manter o bom funcionamento e bom atendimento aos estudantes. A exemplo disso, podemos ver que, nos últimos meses, as enormes filas têm se tornado constantes devido aos atrasos oriundos da falta de profissionais e da falta de alimentos. Podemos ver também que a descontinuidade de cardápio tornou-se comum no dia a dia, fato que é proibido de acordo com regulamento entre a empresa e a UFGD.

A infraestrutura do prédio também encontra-se debilitada: a câmara fria e as panelas de pressão pra cozimento rápido dos alimentos não estão funcionando. Houve relatos de coerção para/com os funcionários, impedindo-os e os ameaçando caso relatassem o que está acontecendo atualmente dentro das dependências administrativas do RU.

Esses são apenas alguns relatos, dentre os vários outros ouvidos pelo DCE.
Procuramos a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PROAE) para tratarmos das denúncias. A pró-reitora demonstrou estar ciente da atual situação, visto que houve diversas reclamações de funcionários e ex-funcionários diretamente na reitoria. A PROAE está orientando os funcionários a abertura de processo no Ministério Público, considerando que houve o descumprimento do acordo entre a empresa “Prato Certo” e a UFGD.

No início do ano, no RU, houve uma reunião da pró-reitora juntamente com o gestor do contrato, a nutricionista responsável e o dono da empresa, que garantiu que haveria a normalização do atendimento, dos pagamentos e dos direitos trabalhistas. Entretanto, não houve normalização e o serviço prestado ficou ainda mais debilitado. Conversamos com o gestor do contrato do RU da UFGD, que nos informou que os responsáveis pela empresa estão dificultando as negociações entre ambos os lados.

Com isso, o Diretório Central dos e das estudantes da UFGD, em acordo com a PROAE, orienta que os estudantes dependentes do Restaurante Universitário entrem no portal da ouvidoria e relatem todos os casos de mal funcionamento do RU. Dessa forma, as reclamações estarão documentadas e potencializarão as ações da UFGD e do DCE contra a empresa.

Com os atuais esclarecimentos, o DCE se solidariza com os trabalhadores e trabalhadoras do Restaurante Universitário que tem tido seus direitos trabalhistas negados. Para além disso, é claro que essa má gestão do RU tem ocasionado os problemas que são diariamente relatados pelos estudantes. Mas ainda, apelamos para que os estudantes compreendam a situação em que estão colocados os funcionários do local. Nossa indignação deve ser direcionada para a empresa contratada e sua má administração.

Cabe destacar que o contrato da empresa atual no RU termina em julho deste ano e, então, será aberto um processo licitatório para o novo período que, segundo o gestor, já está sendo preparado. Iremos acompanhar esse processo de perto, através do diálogo com a PROAE e para que tenhamos um contrato com maiores responsabilidades e garantias para assegurar que a empresa cumpra com suas obrigações e mais do que isso, para que tenhamos uma nova empresa na administração do RU.

Sobre a obra de ampliação do RU fomos informados de que está paralisada e que, por problemas também com a empresa contrata para obra, talvez seja necessária uma auditoria do contrato. Sobre isso cobramos da Reitoria da UFGD celeridade para que a obra volte ao normal, pois sabemos que a estrutura atual do RU não comporta a demanda de atendimento.

O DCE acompanhará de perto os desdobramentos sobre o RU, continuamos em contato com ex e atuais funcionários e também com a PROAE para reivindicar que os problemas sejam resolvidos o mais rápido possível.

Reforçamos a importância de se fazer as denúncias diretamente no portal da ouvidoria, pelo número: (67) 3410- 2754 ou pelo e-mail ouvidoria@ufgd.edu.br.

PERMANECEREMOS!

Diretoria do DCE UFGD
Gestão 2019 – Embarque na Luta!

Dourados – MS, 02 de maio de 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: